Quem não rala não evolui. Simples assim.

Aproveitando o período de férias, criei uma playlist em meu canal do YouTube com vídeos de apoio de algumas das lições que venho publicando na revista Modern Drummer Brasil, na qual colaboro desde 2006 e cuido da parte educacional desde 2009.

A playlist – com mais de duas horas e meia de duração – contém estudos voltados à bateria (não seriam de harpa paraguaia, certo?) e talvez apresente alguma coisa que você, baterista, ainda não estudou. Ou não.

Ano que vem – se tudo der certo – pretendo fazer outros vídeos, inclusive tenho estudado novo material, pois continuo insatisfeito com o que toco. Felizmente!

Não precisa curtir, inscrever-se, nada. Só estudar.

Bons estudos!

Ninguém é obrigado

Não acho que ninguém tem obrigação de tocar música brasileira só por que é brasileiro. Cada um toca o que quiser. Do jeito que quiser. Dane-se!

Em contrapartida, quanto mais conhecimento da música do nosso país – e dos “outros” – melhor. Mal não faz. Fora que misturar tudo também pode ser bacana. Ou não.

christiano_rocha

Em tempos de extrema polarização das coisas (vide os posts do Fakebook), não vou entrar nessa de “João X John”, pois da mesma forma que não sou um daqueles idiotas que só babam ovo para gringo (o “John”), não sou um radical que fala do João como se fosse a única coisa boa no mundo, apesar de eu ter profundo respeito pela música – e pelos músicos – do meu país.

Tive a sorte de ter aulas com um “Zé” (o genial Zé Eduardo Nazario), assim como também tive a sorte de ter aulas com um “Mike” (o sensacional Mike Clark, um dos pais funk linear [e que funk linear!]).

Tive também o privilégio de conhecer e tocar com gente de vários lugares e culturas diferentes, e uma coisa é certa: se não fosse pela música do Brasil – e pelo interesse dos estrangeiros por ela (e meu interesse pela música “deles”, é claro) – certamente eu não teria conhecido a maioria dessas pessoas.

Esse mural tem algumas fotos que achei na arrumação de um HD semimorto: com o australiano Grant Collins, num festival de bateria que participamos em Perpignan; numa entrevista com o Steve Gadd; outra com o Stewart Copeland; em Zurique, com o baterista cubano Julio Barreto (+ o baterista suíço Urs Wittwer e o baterista brasileiro Vlad Rocha); após uma sessão de gravação no Mad Hatter, em Los Angeles, com Paulinho da Costa, Zezo Ribeiro, Eric Marienthal e Claudio Machado; após uma sessão de gravação em Nova York, com John Patitucci – para o disco “Gandaia”, de Zezo Ribeiro; após apresentação com o baixista Stuart Hamm (ao lado de Fábio Augusto e Marcio Okayama).

Vídeos bagrai

chris_rocha_estudio

Coloquei em minha página TODOS os links dos vídeos do meu canal do YouTube, com a descrição de cada um, assim é possível ter uma ideia do meu trabalho (tocando e lecionando). São cento e poucos vídeos, onde você pode conferir:

https://www.facebook.com/christianorochabaterista/

* Algumas apresentações na TV (Eugénia Melo e Castro no Programa do Jô; Suzana Salles no programa Jô Onze e Meia; Adyel e grupo Circular Paulista no programa Jô Soares Onze e Meia).

* Participações em festivais de bateria (1º Festival Revista Batera/IP&T; 2º Festival Revista Batera/IP&T; 2º Festival Modern Drummer/IP&T; Batuka! Brasil – 2010).

* Zezo Ribeiro Trio na Espanha.

* Apresentações de alguns alunos (Artur Marques, Helder Góes, Lucas Nascimento, Gabriel Dias).

* Vídeos de apoio de algumas das lições/matérias que publiquei na MD Brasil (“Parece, mas não é”; “Notas fantasmas – partes 1 e 2”; “Construindo levadas esquisitas – partes 1 e 2”; “Nem tudo é quatro – partes 1, 2, 3 e 4”; “Turbine suas viradas”; “O mundo maravilhoso dos aros”; “Aprenda a ler sem traumas”; “Estudar para errar”; “Samba – Estudos alternativos (e esquisitos)”; “Um iniciante pode tocar com o Pat”; “Não deixe a condução passar batida – partes 1 e 2″; “Exercício para a mão fraca”).

* Trechos de master classes que fiz em Londres, Viena, Perpignan, Rüegsauschachen, Zurique, Aschaffenburg, Barcelona, Antuérpia, Cervignano, Udine eTrieste.

* Trechos do show que toquei com Stuart Hamm (ExpoMusic 2008).

* Vídeo da matéria “Drumset Artists of Brazil”, publicada na edição de setembro de 2009 da edição norte-americana da revista Modern Drummer.

* Apresentações com meu grupo (ai, que saudade!).

* Vídeos com outros bateristas, referentes à matérias publicados na MD Brasil (solo do Rubinho Barsotti; lições de Elóy Casagrande, Diego Gil, Daniel Oliveira e Celso de Almeida).

* Master classes com Bob Wyatt, Paulinho “Briga” Vieira, Luciano Khatib e Giba Favery (projeto “Vários ritmos de um mesmo mundo”).

* Bate-papo com os bateristas do Rio de Janeiro – 23/07/2013.

* Teaser do DVD “Um par de baquetas e uma câmera – em Barcelona”.

* Depoimento sobre o DVD “Um par de baquetas e uma câmera – em Barcelona”, com André Gonzales, Andre Tandeta, Aquiles Priester, Azael Rodrigues, Carlos Bala, Cássio Cunha, Celso de Almeida, Chuck Silmerman, Claudinho Infante, Cláudio Machado, Claudio Tchernev, Cuca Teixeira, Ebel Perrelli, Edu Ribeiro, Elóy Casagrande, Giba Favery, Kiko Freitas, Lincoln Cheib, Maguinho Alcântara, Mauricio Zottarelli, Mozart Mello, Nina Pará, Pascoal Meirelles, Paulinho “Briga” Vieira, Percio Sapia, Ramon Montagner, Renato “Massa” Calmon, Ronaldo Basbaum, Teo Lima, Vera Figueiredo e Vlad Rocha.

* Teaser do curso “Gravando! + trecho do curso, com a participação de um dos alunos do curso.

Também separei alguns links de vídeos disponibilizados em outros canais, onde você pode ver:

* Vídeos/debates/entrevistas nos sites Obaterista, Drum Channel Brasil, SoulDrums (“A valorização do autor” e “Os desafios do educador”) e Venegas Music TV.

* Meus estudos de música indiana, juntamente com Vlad Rocha.

* Apresentação do meu grupo no Programa Edu Letti.

* Trechos do DVD do Corciolli.

* “106 levadas brasileiras” (partes 1 e 2), para o site Obaterista.

E por aí vai.